Pesquisar por em AM POST

Polícia

Policial que atuava como ‘influencer’ é um dos presos da Operação Audácia em Manaus

A prisão de CB Jhon Bigode deixou seus seguidores perplexos.

  • Por AM POST

  • 15/06/2024 às 07:26

  • Leitura em dois minutos

O cabo Jhoanerson Fernandes de Oliveira, integrante do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTRAN), conhecido nas redes sociais como CB Jhon Bigode, foi preso suspeito de tráfico de drogas nesta sexta-feira (14) durante a Operação Audácia, conduzida pelo Ministério Público do Amazonas (MPAM). Ele tinha presença marcante nas redes sociais, onde compartilhava sua rotina policial com mais de 43 mil seguidores no Instagram, respondendo a dúvidas principalmente sobre questões de trânsito e incentivando muitos a seguirem a carreira policial.

A prisão de Jhoanerson deixou seus seguidores perplexos. Conhecido por seu trabalho aparentemente exemplar e por seu engajamento com o público, ele agora é um dos oito policiais militares investigados por envolvimento com tráfico de drogas. “Não dá para acreditar que alguém que sempre incentivou a seguir a lei e a carreira policial estava envolvido com algo assim”, comentou um seguidor anônimo em uma postagem recente, refletindo o sentimento de surpresa e decepção entre os fãs do influenciador.

PUBLICIDADE

View this post on Instagram

A post shared by AM POST – Portal de Notícias (@portalampost)

PUBLICIDADE

A Operação Audácia teve início a partir de uma denúncia anônima recebida pelo MPAM, através do disque-denúncia 181. A denúncia relatava a movimentação suspeita de uma grande quantidade de drogas por policiais militares na rua Ana Nogueira, localizada no bairro Educandos, Zona Sul de Manaus. O MPAM, junto com a Polícia Militar, iniciou diligências que incluíram a análise de imagens de um sistema de segurança comunitário e o cruzamento de diversos dados para confirmar a veracidade das informações recebidas.

PUBLICIDADE

Desdobramentos da Operação

As investigações culminaram na identificação de oito policiais militares envolvidos no crime. Entre os acusados, além de Jhoanerson, estão outros três membros do BPTRAN e quatro da 2ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). O grupo inclui cabos, sargentos e um tenente do quadro administrativo, todos detidos no Centro de Detenção da Polícia Militar após serem ouvidos em oitivas.

PUBLICIDADE

Durante o cumprimento dos mandados, foram apreendidas pistolas e munições, que serão periciadas. Se forem da corporação, serão devolvidas à PM, caso contrário permanecerão sob custódia.

O grupo foi conduzido ao Centro de Detenção da Polícia Militar após serem ouvidos em oitivas.

O AM Post apoia a causa autista
blank

O Autismo é ver o mundo de um outro jeito, e cada um de nós temos que achar um jeito de entender as diferenças.

- Dr. Leonardo Maranhão

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank