Quilos de maconha, avaliados em R$ 1 milhão, são apreendidos em Manaus

A ação policial ocorreu em uma residência localizada no bairro Cidade Nova.

Redação AM POST

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio do 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP), realizou na noite de terça-feira (03/11), por volta da 23h, a apreensão de 300 quilos de maconha do tipo skunk, avaliados em R$ 1 milhão. A ação policial ocorreu em uma residência localizada na rua Treze, conjunto Renato Souza Pinto, bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus.

Em coletiva realizada na manhã desta quarta-feira (04/11), na sede da Delegacia Geral da Polícia Civil, bairro Dom Pedro, zona centro-oeste da capital, a delegada-geral Emília Ferraz falou sobre os resultados apresentados pela PC-AM e destacou o trabalho realizado pelas equipes do 18º DIP.

Continua depois da Publicidade

“Estamos nas ruas todos os dias combatendo o crime. Destaco que, além do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), todos os DIPs estão em campo para combater o tráfico de drogas. Pela apreensão dos 300 quilos de droga que estamos apresentando hoje, quero parabenizar o excelente trabalho da equipe policial do 18º DIP, que executou a ação de forma exitosa”, destacou a delegada-geral.

De acordo com o delegado Ricardo Cunha, titular do 18º DIP, a equipe policial recebeu uma denúncia anônima, pelo disque-denúncia da delegacia, por volta das 21h daquela noite, informando que uma casa no bairro Cidade Nova seria local de armazenamento de grande quantidade de entorpecentes.

“Após recebermos a denúncia, nossa equipe policial se deslocou ao endereço para averiguar a situação. No local informado, nós nos deparamos com a porta da casa entreaberta, porém, não havia ninguém no lugar. Durante averiguação, os entorpecentes foram encontrados no banheiro da residência”, explicou a autoridade.

Continua depois da Publicidade

Na ocasião, os agentes apreenderam o material ilícito e o levaram para a sede da Delegacia Geral da Polícia Civil, onde será analisado pela perícia.

Procedimentos
Um Inquérito Policial (IP) será instaurado a fim de identificar e localizar os donos dos entorpecentes, bem como saber qual seria o destino dos mesmos. E, posteriormente, deverão ser indiciados os envolvidos pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas.

Disque-denúncia
O Titular ressaltou que a população pode entrar em contato com as equipes do 18º DIP pelo número (92) 99292-1015, o disque-denúncia da unidade policial ou pelo 181, da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP). “Garantimos o sigilo da fonte”, frisou.

Continua depois da Publicidade