Polícia

Sargento da PM é preso suspeito de agredir proprietária de bar e causar confusão em Manaus

No dia do ocorrido, o suspeito estaria escalado para prestar serviço mas não compareceu e nem justificou a ausência.


Redação AM POST

O primeiro sargento Hevertoh Ribeiro de Brito, foi preso na noite do último domingo (31) em um bar no bairro Nova Esperança, zona oeste de Manaus. O homem teria agredido a dona do estabelecimento, a filha dela, efetuado disparo de arma de fogo e desacatado um Supervisor de Área da Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

Continua depois da Publicidade

Ele estaria escalado para dar serviço do domingo (31), mas não compareceu e nem justificou a ausência.

Segundo informações da polícia, o suspeito chegou ao local acompanhado de outro homem. Eles consumiram bebidas alcoólicas, depois foram para a frente do bar. A mulher com medo de não ser paga foi até o portão, verificar se a dupla havia ido embora.

Ao chegar, ela viu Hevertoh conversando com uma terceira pessoa e aparentava estar com raiva. Neste momento, o policial militar percebeu a presença da mulher e a trato de forma grosseira. A vítima então explicou que só estava ali para perguntar se ele já iria embora e pagaria a conta, foi quando ele desferiu vários socos na mulher.

Continua depois da Publicidade

Os policiais militares da área foram conversar com o militar, e foi neste momento que ele desacatou o sargento e recebeu voz de prisão.

Hevertoh foi levado ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Joventina Dias, pois estava com um ferimento no braço, e em seguida conduzido a delegacia onde o caso foi registrado.

Continua depois da Publicidade