Polícia

‘Sombra’ é suspeito de matar ‘colega de facção’ e suposto informante de outro grupo criminoso em Manaus, diz polícia

Ele já respondia em regime semiaberto por outro homicídio ocorrido em 2015.

Redação AM POST

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio do Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), deflagrou, na manhã desta quarta-feira (22/12), por volta das 9h30, ação policial que culminou no cumprimento de dois mandados de prisão temporária em nome de Gelson Ramos da Silva, 38, conhecido como “Sombra”, pelos homicídios de Luís Felipe Dias Lima, que tinha 26 anos, e Marcos Vinicius Barros da Silva, que tinha 18, ocorridos no bairro Redenção, zona centro-oeste de Manaus.

Continua depois da Publicidade

A prisão ocorreu na rua Barcelos, comunidade Nova Conquista, bairro Tancredo Neves, zona leste da cidade. “Sombra” já respondia em regime semiaberto por outro homicídio ocorrido em 2015.

De acordo com o delegado Ricardo Cunha, titular da Especializada, o primeiro ato criminoso foi praticado contra Marcos Vinicius, no dia 20 de setembro de 2020. Segundo Cunha, o infrator integra uma organização criminosa do bairro Redenção, e estava desconfiado que a vítima estaria infiltrada, naquela área, como informante de outro grupo criminoso. Por esse motivo, Gelson perseguiu Marcos Vinicius e o executou com quatro disparos de arma de fogo.

“Os familiares de Marcos Vinicius alegam que ele era inocente, e que ‘Sombra’ se confundiu ao matar o mesmo”, explicou Cunha.

Continua depois da Publicidade

Ainda conforme a autoridade policial, a segunda prática ocorreu no dia 28 de maio deste ano, contra Luís Felipe, que foi atingido por disparos de arma de fogo em uma das pernas e abdômen. Ele chegou a ser socorrido e levado à uma unidade hospitalar, na zona leste, mas foi a óbito no dia 3 de julho, em decorrência dos ferimentos causados pela ação criminosa.

“A motivação do crime teria se dado pelo fato de Luís Felipe pertencer à mesma facção criminosa do infrator, e estar trazendo problemas que estavam chamando a atenção da polícia para aquela área da cidade”, explicou Cunha.

Continua depois da Publicidade

O titular da DEHS esclareceu que nesse segundo crime, houve a participação de um segundo integrante identificado como Paulo Martins da Costa Filho, 29, conhecido como “Paulinho”, que já está sendo procurado pelas equipes da Especializada.

O indivíduo responderá por homicídio, e ficará à disposição do Poder Judiciário, na Central de Recebimento e Triagem (CRT).

Continua depois da Publicidade