Polícia

Suspeitos de matar Dom e Bruno são trazidos para presídio de Manaus

Eles devem responder por duplo homicídio e ocultação de cadáver.


Redação AM POST

Dois dos quatro suspeitos de matarem o jornalista Dom Phillips e o indigenista Bruno Pereira, Ruben Dario da Silva Villar, o ‘Colômbia’ e Jefferson da Silva Lima, o ‘Pelado da Dinha’, foram encaminhados para celas comuns do Centro de Detenção Provisória Masculino de Manaus (CDPM 1), nesta segunda-feira (25).

Continua depois da Publicidade

O crime ocorreu no mês de junho, no município de Atalaia do Norte (distante à 1.136 quilômetros da capital). Dom e Bruno foram executados a tiros e depois foram esquartejados, queimados e enterrados no Vale do Javari.

Conforme o Ministério Público Federal (MPF), Pelado da Dinha e Colômbia, devem ser julgados por duplo homicídio qualificado e ocultação de cadáver.

Além deles, estão presos também Oseney da Costa de Oliveira, o “Dos Santos” e Amarildo da Costa de Oliveira, o “Pelado”, por suspeita de participarem do crime.

Continua depois da Publicidade