Polícia

Trio suspeito de integrar ‘tribunal do crime’ é preso em Manaus

Eles teriam decretado mortes de rivais e moradores do bairro Japiim.


Redação AM POST

Foram presos nesta terça-feira (26), os membros de uma facção criminosa, Thiago viana Gomes, 35, Giovane cordeiro Nascimento, 21, conhecido como “Nego Jhonson”, e Breno Romário de Melo Leite, 28, suspeitos de integrarem um ‘tribunal do crime’ e decretar mortes de rivais e moradores do bairro Japiim, zona Sul.

Continua depois da Publicidade

De acordo com o delegado Ricardo Cunha, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), os homens são responsáveis pela execução de Luiz Brasiliano de Souza, ocorrida no dia 29 de maio deste ano, que era morador do bairro e se revoltou ao ver o irmão sendo espancado no ‘tribunal do crime’.

“Essa vítima teve um irmão que realizava furtos ali na região e essa determinada facção decretou que esse irmão ia sofrer um corretivo. Essas pessoas que estão presas espancaram essa pessoa e o Luiz ao presenciar esse espancamento passou a realizar ameaças contra a facção dizendo que ia denunciar e que esses crimes não ficariam impunes e por isso ele foi executado”, declarou o delegado em coletiva de imprensa.

Ainda segundo a autoridade policial, o trio sequestrou um rival que foi mantido em cárcere em um galpão no Centro de Manaus e lá foi torturado por dias em novembro de 2021. A vítima aproveitou um momento de distração dos criminosos, pulou uma janela do prédio e conseguiu fugir.

Continua depois da Publicidade

De acordo com Ricardo, outras pessoas estão sendo investigadas por participação nesse crime. “Essa vítima passou vários dias sendo espancada em um galpão no centro de cidade e como foram vários dias, foram várias pessoas que a mantiveram em cativeiro”, disse.