Polícia

Veja vídeo: Após demissão, funcionária quebra garrafas de vinho em mercado e é presa

Nas imagens, é possível ver o chão coberto por cacos de vidro e vinho. Os proprietários da loja acionaram a polícia e a mulher acabou detida.


Redação AM POST

A ex-funcionária Evelin Roldán, de 25 anos, foi detida após quebrar diversas garrafas de vinho da prateleira após ser demitida do supermercado onde trabalhava. O caso aconteceu na Argentina e viralizou na manhã dessa segunda-feira (20).

Continua depois da Publicidade

Nas imagens, é possível ver o chão coberto por cacos de vidro e vinho. Os proprietários da loja acionaram a polícia e a mulher acabou detida.

Após a repercussão do vídeo, Evelin divulgou um comunicado no qual reconheceu que se descontrolou. “Infelizmente, naquele momento fiquei cego pela raiva”, revelou.

“Eu paguei todo o dano que causei, da forma que a lei decidiu. Demitiram-me assim, com uma mão atrás da outra, de um dia para o outro, sem motivo, sem me dar razões, uma explicação, nem ao menos uma desculpa”, destaca a ex-funcionária.

Continua depois da Publicidade

Evelin disse que trabalhava no local desde março, de segunda a sábado, nove horas por dia, e que seu salário era de 50 mil pesos (cerca de R$ 2 mil).

A funcionária demitida denunciou que foi vítima de maus-tratos por parte do empregador. Ele também acusou os ex-empregadores de editar o vídeo “por conveniência”.

Continua depois da Publicidade