Pesquisar por em AM POST

Política

Amom Mandel foi o único da bancada do AM a votar contra projeto que pune invasores de terras

O pré-candidato a prefeito de Manaus foi o único dos parlamentares amazonense a votar contra o PL 709/2023.

  • Por AM POST

  • 23/05/2024 às 13:17

  • Atualizado em 23/05/2024 às 14:06

  • Leitura em dois minutos

O deputado federal e pré-candidato à Prefeitura de Manaus, Amom Mandel (Cidadania), foi o único parlamentar do Amazonas a votar contra o Projeto de Lei (PL 709/2023), que cria punições para invasores de propriedades rurais e também de imóveis urbanos. O texto foi votado na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF), na última terça-feira (21).

Já na quarta-feira (22), um dia depois de aprovar o projeto de lei que estabelece restrições e impedimentos para invasores e ocupantes ilegais de propriedades rurais e prédios públicos, Amom votou pela rejeição dos destaques apresentados pelos partidos, que na prática, desfazia o próprio texto aprovado anteriormente. A matéria agora será enviada ao Senado.

PUBLICIDADE

Com a votação contra, Amom levanta novamente uma polêmica em relação ao seu posicionamento político. O pré-candidato afirma ser um parlamentar de centro, independente, sem as bandeiras do bolsonarismo, nem do PT. No entanto, o voto do deputado, o coloca mais uma vez em uma posição mais esquerdista.

Amom já foi alvo de críticas ao se declarar de centro. Eleitores o veem como “em cima do muro”, interpretando essa postura como uma maneira de evitar discutir questões relacionadas ao governo atual.

Um dos pontos mais criticados em relação a Amom, principalmente pela direita, foi o fato de o deputado não assinar o pedido de impeachment do presidente Lula (PT), protocolado na Câmara dos Deputados após comparar o Holocausto com a guerra em Gaza, no começo do ano.

PUBLICIDADE

PL

A proposta é de autoria do deputado federal Marcos Pollon (PL-MS) e teve um total de 336 votos a favor e 120 contrários. O texto agora vai ser analisado no Senado e, se for aprovado, será enviado para a aprovação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

PUBLICIDADE

O PL também estabelece que quem cometeu este tipo de infração receba auxílios e benefícios de programas do governo federal, como o Bolsa Família, além de não poder tomar posse em cargos ou funções públicas.

A proposta foi pautada depois do aumento de invasões durante o chamado “Abril Vermelho” do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), que aconteceram no mês passado. O projeto é uma ofensiva da bancada ruralista para frear as ações do MST.

PUBLICIDADE

O AM Post apoia a causa autista
blank

A mente de uma criança com Transtorno do Espectro Autista pode ser associada a um quebra-cabeças. Parece difícil de entendê-la no primeiro momento. Porém, quando utilizamos a metodologia certa as tornamos fácil e percebemos que as dificuldades podem ser superadas.

- Jorge Tertuliano

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank