Bolsonaro cobra posicionamento de senadores após ataques no AM: ‘Queria saber cadê Aziz e Eduardo Braga’

O presidente da República alfinetou os senadores e disse que eles “estão preocupados só com a CPI”.

Redação AM POST

O presidente Jair Bolsonaro cobrou nesta segunda-feira (7) um posicionamento dos senadores do Amazonas que fazem parte da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD) e Eduardo Braga (MDB), sobre os ataques incendiários ocorridos nesse fim de semana em Manaus e interior do estado.

Continua depois da Publicidade

“Estamos tendo problemas em Manaus. Acabou falecendo um chefe do tráfico, e o pessoal está reagindo a isso. Eu queria saber cadê os senadores Omar Aziz e Eduardo Braga. Estou aguardando o pronunciamento deles lá”, disse Bolsonaro a apoiadores.

Durante a fala, um apoiador interrompeu o questionamento de Bolsonaro e disse que os senadores citados estão preocupados com a vida do presidente. Ao final, o presidente da República alfinetou os senadores e disse que eles “estão preocupados só com a CPI”.

“Eles não são do Amazonas? Não cuidam do interesse do estado? Já que está tudo bem lá e eles estão preocupados só com a CPI”, completou.

Continua depois da Publicidade

Os ataques, realizados por integrantes da facção criminosa CV (Comando Vermelho), acontece para vingar a morte do traficante ‘Dadinho, uma das lideranças da facção, ocorrida após confronto com policiais militares da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) na noite desse sábado (5) no bairro Novo Aleixo, zona Norte de Manaus.

Em Manaus, devido aos ataques desta madrugada, os ônibus deixaram de circular durante esta manhã. O Sinetram, cuja sede foi atingida por tiros, informou que as empresas retornaram a rodar aos poucos a partir da tarde desta segunda-feira (7).

Continua depois da Publicidade