Política

Bolsonaro se defende e diz não ter criticado o ‘povo nordestino’

O presidente disse que se referia a Flávio Dino e João Azevêdo, governadores do Maranhão e da Paraíba, respectivamente.


O presidente Jair Bolsonaro disse que suas declarações sobre o povo nordestino foram mal interpretadas. Ao usar a expressão “governadores de paraíba”, Bolsonaro disse que se referia a Flávio Dino e João Azevêdo, governadores do Maranhão e da Paraíba, respectivamente.

– Os dois vivem esculhambando obras federais, que não são deles, são do povo. A crítica que eu fiz foi aos governadores, nada mais. Em três segundos, vocês da mídia fazem uma festa. Eles são unidos, eles têm uma ideologia, perderam as eleições. Tentam o tempo todo, através da desinformação, manipular eleitores nordestinos. O parlamento não é tão raso como estão pensando.

Continua depois da Publicidade

A resposta foi dada à imprensa, na tarde deste sábado (20), enquanto saía do Palácio da Alvorada. O presidente criticou o PT por considerar o Nordeste como uma massa de manobra.

– A maldade está no coração de vocês. Tenho tanta crítica ao Nordeste que casei com a filha de um cearense – disse referindo-se a Michelle Bolsonaro.

Nesta sexta-feira (19), o governador Flávio Dino comentou o ocorrido no Twitter. Ele disse que “independentemente de suas opiniões pessoais, o presidente da República não pode determinar perseguição contra um ente da Federação”.

Continua depois da Publicidade

– Seja o Maranhão ou a Paraíba ou qualquer outro Estado. “Não tem que ter nada para esse cara” é uma orientação administrativa gravemente ilegal – argumentou.

Fonte: Pleno.News

Continua depois da Publicidade