Política

Coronel Menezes diz que pesquisa de Durango é uma piada e se eleito promete acabar com mamata do empresário no poder público

Segundo ele o empresário manipula as informações das pesquisas para atender os interesses de seu amigo pessoal senador Omar Aziz.

Redação AM POST

O pré-candidato ao Senado pelo Amazonas, Coronel Menezes (Patriota), publicou artigo nesta sexta-feira (17) em um site local, em que comenta sobre a pesquisa realizada a pesquisa da empresa Perspectiva, que pertence ao publicitário Durango Duarte, divulgada nessa semana e que positiva o senador Omar Aziz (PSD).

Continua depois da Publicidade

De acordo com Menezes, Durango manipula as informações das pesquisas para atender os interesses de Omar e prometeu, caso eleito, fiscalizar minuciosamente os contratos milionários de Durango com o Poder Público.

“Eu consigo entender o que leva esta figura a fazer esse tipo de ação. Ele sabe que se o seu protetor perder a eleição, os polpudos contratos que ele mantém com o Poder Público estarão seriamente ameaçados. Se eu vencer então, ele pode estar preparado que, dentro da lei, tudo que esse cidadão recebe do estado será fiscalizado com lupa. Ele não terá vida fácil, vou dedicar uma atenção especial à esta questão. Vai acabar essa verdadeira mamata dele”, afirmou Menezes.

No texto, ele compara a pesquisa de Durango com a feita pelo instituto BIG DATA em parceria com a TV RECORD, que aponta que a disputada para o Senado está empatada tecnicamente entre Omar, o ex-prefeito Artur Neto (PSDB) e ele.

Continua depois da Publicidade

“Nós aparecemos literalmente empatados, o que aconteceu no momento seguinte? A PERSPECTIVA de Durango Duarte divulga uma nova pesquisa onde o Senador Omar Aziz, aquele da MAUS CAMINHOS, aparece disparado na frente com 10 pontos percentuais de diferença, essa foi uma clara tentativa de contrapor, neutralizar de alguma forma a pesquisa que não favorecia o seu candidato e amigo direto”, disse.

“A pesquisa da PERSPECTIVA além não ter credibilidade é uma piada”, concluiu Menezes

Continua depois da Publicidade