Política

‘CPI da Educação está criada e apta para funcionar’, diz Wilker Barreto

O deputado afirmou que não tem dúvidas do compromisso da Aleam em apurar os fatos.


Lucas Vasconcelos – Redação AM POST

O deputado Wilker Barreto (Podemos) declarou na manhã desta quinta-feira (16) durante sessão híbrida da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), que a Casa Legislativa está pronta para dar início aos trabalhos de investigação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Educação.

Continua depois da Publicidade

Wilker declarou enfatizando o comunicado do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) veiculado à imprensa sobre o apoio do TCE às investigações da CPI na Aleam.

“Qual a dificuldade de licitar merenda e transporte escolar? O desafio feito pelo secretário da Seduc precisa ser aceito por esta Casa. A CPI da Educação está criada, está apta a funcionar. Não tenho dúvida do compromisso desta Casa para apuração dos fatos”, declarou Wilker

CPI da Saúde

Continua depois da Publicidade

O deputado também comentou sobre o depoimento do presidente da Agência Amazonas de Desenvolvimento Econômico e Social (Aades), Braulio da Silva Lima, na sessão da CPI da Saúde realizada nesta quarta-feira (16).

“Parece que o Governo está instruindo todos os depoentes a mentir de forma descarada. Vou fazer um apelo a Tribuna desta Casa. Ontem o depoimento já caberia uma prisão por falso testemunho. Foi muito cansativo a gente perguntar por horas se ele conhecia a Carla Pollake, que já fato ela ter gerência no projeto Anjos da Saúde, e o depoente negar. Foi preciso mostrar fotos e documentos que provar que o depoente estava mentindo. É um depoente que naquele momento ocupa uma função pública. Nega e mente de forma descarada. Temos que mandar um recado muito duro para os próximos depoentes. Quem mentir no depoimento será preso. Está ficando cansativo perguntar uma coisa para no final demonstrarmos que ele está mentindo”, ressaltou Wilker.

Continua depois da Publicidade

O deputado Fausto Júnior (PV), que compõe a CPI da Saúde juntamente com Wilker Barreto, aproveitou o momento para expor sobre a vistoria que realizou no Hospital Pronto-Socorro Francisca Mendes, localizado na avenida Camapuã, no bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus.

“Durante a visita podemos perceber várias carências no Hospital Francisca Mendes, que hoje está gerido diretamente pela Susam [Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas]. Entre a falta de insumos básicos que impedem procedimentos cirúrgicos importantes, podemos ver uma fila de 600 pessoas para se operar em um hospital que funciona apenas 20% de sua capacidade. O que mais me preocupou foi a falta de dialogo entre a direção do hospital com o corpo médico. Há também a falta de diversas maquinas de exames como ressonância magnética, que segundo a direção da própria Susam, a unidade hospitalar é tida como um centro de referência ao Estado”, comentou o deputado.

Continua depois da Publicidade