David Almeida será convocado para prestar esclarecimentos sobre corrupção na saúde, diz Fausto Jr

Deputado salientou que Manaus precisa dessas respostas e de transparência na gestão pública.

Redação AM POST

O deputado estadual Fausto Jr (PRTB) gravou um vídeo, na noite desta quinta-feira (19), afirmando que na próxima sessão da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) irá protocolar um requerimento de convocação para que o ex-governador interino, David Almeida, compareça e preste esclarecimentos para a sociedade em relação às denúncias de corrupção na saúde, durante os quatro meses de sua gestão à frente do Governo do Amazonas em 2017.

Continua depois da Publicidade

“O povo precisa saber se David Almeida, que na época era governador, tinha conhecimento ou participação dos esquemas de corrupção, contratos fraudulentos, entre outras fraudes e ilicitudes cometidas no âmbito da secretaria de saúde durante seu governo.”, afirmou o parlamentar.

Fausto ainda salientou que Manaus precisa dessas respostas, precisa de transparência na gestão pública. E é seu dever como deputado estadual exigir e cobrar essas respostas para que o povo saiba da verdade e tire suas conclusões.

A ação foi tomada após o parlamentar ser alvo de ataques de David Almeida, que afirmou na última quarta-feira (18), de maneira desrespeitosa, que a Comissão Parlamentar de Inquérito da Assembleia Legislativa do Amazonas (CPI da Saúde), era política e que enfrentaria o parlamentar em uma discussão política.

Continua depois da Publicidade

Fausto Jr. ainda reiterou que a CPI da Saúde trabalhou de maneira isenta e que, em momento algum, foi transformada em palanque político.

“Talvez essa CPI tenha sido uma das primeiras da história do Amazonas que não terminou em pizza. Foram feitos 50 pedidos de indiciamentos junto ao Ministério Público (MP-AM)”, salientou o parlamentar.

Continua depois da Publicidade

Fausto terminou o vídeo desafiando David Almeida, que será convocado na próxima semana, a esclarecer para a sociedade se ele tinha conhecimento, autorizou ou participou de tudo que foi feito no âmbito da secretaria de saúde do seu governo.

“Tivemos nesse período episódios que nos causaram espanto. Tais como o da Norte Serviços Médicos, que fez exames no interior do Estado, onde ela pagou ao médico R$ 60 mil e recebeu do governo do Amazonas R$ 870 mil. Um lucro de R$ 810 mil (1.400%). Um assalto aos cofres públicos, que não podemos permitir que aconteça novamente.”, finalizou o deputado.

Continua depois da Publicidade

Na próxima sessão da Assembleia Legislativa do Amazonas entrarei com um requerimento de convocação para que o ex-governador interino, David Almeida, compareça e preste esclarecimentos para a sociedade. O povo precisa saber se David Almeida, que na época era governador, tinha conhecimento ou participação dos esquemas de corrupção, contratos fraudulentos, entre outras fraudes e ilicitudes cometidas no âmbito da secretaria de saúde durante seu governo.Manaus precisa dessas respostas, precisa de transparência na gestão pública. E é meu dever como deputado estadual exigir e cobrar essas respostas. Meu compromisso é com a verdade e com o povo de nosso Estado.

Posted by Fausto Jr. on Thursday, November 19, 2020

Sem apoio
Fausto Junior, anunciou na tribuna da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM), na última quarta-feira (10/11), a retirada do apoio de seu partido a candidatura de David Almeida (AVANTE) a prefeito de Manaus após indícios de vínculo dele com o governador, Wilson Lima (PSC).

“Eu quero aqui anunciar que amanhã estaremos oficializando junto ao TRE-AM a saída do PRTB da coligação que apoia o candidato David Almeida”, revelou o parlamentar.

Fausto Junior externou decepção com o candidato ao perceber o apoio de Wilson Lima a sua campanha. “Para a minha lamentável surpresa, por que nós acreditamos que a candidatura do candidato David Almeida representasse o verdadeiro novo que fosse efetivamente mudar a história da cidade de Manaus, nós percebemos a entrada da estrutura do grupo do Wilson Lima dentro da campanha do candidato David Almeida”, afirmou.