Pesquisar por em AM POST

Política

Deputada Bia Kicis critica artista que fez escultura de Bolsonaro degolado

O projeto artístico afirma que o presidente Bolsonaro está entre “os maiores tiranos que o mundo já viu”.

  • Por AM POST

  • 13/09/2020 às 14:55

  • Atualizado em 14/09/2020 às 13:42

  • Leitura em 1 minuto


A deputada federal Bia Kicis usou suas redes sociais para denunciar a obra do artista Marcello Tamaro. Proprietário da empresa Gorila Company, ao lado de Pedro Millas, ele criou uma cabeça degolada do presidente Jair Bolsonaro. Uma das imagens que circula na internet mostra uma criança segurando a peça e Marcello disse que pretende jogar um futebol com a cabeça do chefe do Executivo.

– Que coisa mais asquerosa. É o famoso “ódio do bem” que passa desapercebido pelos defensores da “democracia”. Uma criança segurando a cabeça do presidente Jair Bolsonaro. E se fosse a cabeça da Marielle? Ou do Lula? Ou de algum ministro do STF? Mas os intolerantes somos nós – retrucou a parlamentar.

PUBLICIDADE

O artefato faz parte da mostra Freedom Kick (Chute de Liberdade) promovida pelo grupo Indecline (Em Declínio), que se define como um coletivo de arte ativista e de protesto. Nesta segunda (14), eles exibirão as cabeças de Bolsonaro, do presidente americano Donald Trump e do presidente russo Vladimir Putin.

No vídeo de divulgação do projeto, eles afirmam que os três líderes são “os maiores tiranos que o mundo já viu”. Apesar do conceito macabro da obra, o Indecline se defende dizendo que “nada do que já fizemos se compara a isso (a suposta tirania dos presidentes) em termos de escala e risco”.

Fonte: Pleno.News

PUBLICIDADE

O AM Post apoia a causa autista
blank

Essas crianças autistas não estão fugindo ou escondendo-se, elas, de fato, estão perdidas, à espera de que alguém va ao seu alcance.

- Anne Alvarez

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank