Pesquisar por em AM POST

Política

Derrotados nas urnas, Bosco, Marcelo e Zé Ricardo lideram gastos entre deputados da bancada do AM na legislatura passada

Portal da Transparência da Câmara Federal mostra que o trio, não reeleito, é líder em gastos públicos entre a bancada do Amazonas.

  • Por AM POST

  • 09/02/2023 às 11:01

  • Leitura em três minutos

Redação AM POST

Os ex-deputados federais José Ricardo (PT), Bosco Saraiva (SD) e Marcelo Ramos (PSD) são os parlamentares da bancada do Amazonas, da 56ª legislatura, na Câmara que mais gastaram em 2022. A informação é de levantamento feito pelo site Direto ao Ponto, de janeiro a dezembro do ano passado.

PUBLICIDADE

Portal da Transparência da Câmara Federal mostra que o trio, não reeleito, é líder em gastos públicos.

Ao todo, os 513 deputados federais utilizaram R$ 659.794.330,08 de verba de gabinete e R$ 211.052.737,24 com o cotão no ano passado.

Os oito parlamentes do Amazonas gastaram R$ 10.451.465,29 de verba de gabinete e R$ 3.777.473,65 com o cotão.

PUBLICIDADE

Zé Ricardo
Zé Ricardo não foi reeleito na última eleição, mas ficou em primeiro lugar em gastos em seu último ano de mandato.

Petista gastou R$ 1.860.006,05 (R$ 1.339.404,61 com verba de gabinete e R$ 520.601,44 com o cotão).

PUBLICIDADE

Entre os principais gastos estão com advogados, divulgação de atividade parlamentar e passagens aéreas.

Bosco Saraiva
O segundo lugar nos gastos, ficou com Bosco Saraiva (SD), que não foi reeleito pelo povo do Amazonas.

PUBLICIDADE

Político gastou R$ 1.844.805,17 (R$ 1.335.050,55 com verba de gabinete e R$ 509.754,62 com o cotão).

Entre os principais gastos estão com a manutenção de escritório e divulgação de atividade parlamentar.

Marcelo Ramos
Em terceiro lugar nos gastos, ficou Marcelo Ramos, que também não foi reeleito ano passado.

Ele gastou R$ 1.836.267,35 (R$ 1.327.636,11 com verba de gabinete e R$ 508.631,24 com o cotão).

Entre os principais gastos estão divulgação de atividade parlamentar e passagens aéreas.

Sidney Leite
O deputado federalSidney Leite (PSD), ficou em quarto lugar nos gastos.

O parlamentar reeleito, gastou R$ 1.803.903,79 (R$ 1.328.877,82 com verba de gabinete e R$ 475.025,97 com o cotão).

Entre os principais gastos estão o fretamento de aeronaves e passagens aéreas.

Átila Lins
O deputado federal reeleito Átila Lins (PSD), ficou em quinto lugar nos gastos.

Ele gastou R$ 1.798.753,66 (R$ 1.324.932,28 com verba de gabinete e R$ 473.821,38 com o cotão).

Entre os principais gastos estão o fretamento de aeronaves e passagens aéreas.

Silas Câmara
O deputado federal reeleito Silas Câmara (Republicanos), ficou em sexto lugar nos gastos.

Ele gastou R$ 1.793.273,86 (R$ 1.292.762,12 com verba de gabinete e R$ 500.511,74 com o cotão).

Entre os principais gastos estão com consultoria em marketing, divulgação de atividade parlamentar e passagens aéreas.

Capitão Alberto
Em sétimo lugar, ficou o deputado federal reeleito Capitão Alberto Neto (PL), que foi um dos deputados mais econômicos da última legislatura.

Ele gastou R$ 1.648.178,49 (R$ 1.319.079,60 com verba de gabinete e R$ 329.098,89 com o cotão).

Entre os principais gastos estão com divulgação de atividade parlamentar e passagens aéreas.

Delegado Pablo
Em oitavo lugar, ficou o Delegado Pablo (União Brasil). Apesar de ser o mais econômico da última legislatura, não foi reeleito.

Ele gastou R$ 1.643.747,57 (R$ 1.183.719,20 com verba de gabinete e R$ 460.028,37 com o cotão).

Entre os principais gastos estão com divulgação de atividade parlamentar e passagens aéreas.

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank