Política

‘Desistam do aumento do cotão’, pede Rodrigo Guedes aos demais vereadores da CMM

O parlamentar declarou que o valor de R$ 33 mil, poderia ser usado para outros fins e aplicado diretamente em políticas públicas, se devolvido aos cofres do Executivo Municipal.


Redação AM POST

Em um apelo a todos os outros 39 vereadores de Manaus, o vereador Rodrigo Guedes (PSC) pediu por meio das redes sociais, que desistam do aumento de 83% do “cotão”, a Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (CEAP). Junto com o vereador Amom Mandel (sem partido), Guedes conseguiu na Justiça do Amazonas a suspensão do aumento, na última sexta-feira, 28/01.

Continua depois da Publicidade

“Faço o apelo para que o presidente David Reis, não recorra da decisão que eu e o vereador Amom conseguimos para suspender a votação do aumento do ‘cotão’ de 83% para os vereadores de Manaus. Esse apelo é estendido aos demais vereadores de Manaus. O valor anterior já era mais do que suficiente para as atividades dos vereadores. Não diminuo o papel do vereador, se bem executado”, afirmou no vídeo.

O parlamentar declarou que o valor referente ao aumento, que passou de R$ 18 mil para R$ 33 mil, poderia ser usado para outros fins e aplicado diretamente em políticas públicas, se devolvido aos cofres do Executivo Municipal. A Câmara Municipal de Manaus (CMM) ainda pode recorrer da decisão da juíza Etelvina Lobo Braga, da 3ª Vara da Fazenda Pública Municipal, que afirmou não haver motivos para a votação em caráter de urgência do Projeto de Lei referente ao aumento. Guedes foi o parlamentar que menos usou a CEAP durante o ano de 2021, ficando atrás apenas do vereador Amom, que não faz uso da verba.

“Em qualquer outro momento esse aumento já seria reprovável. Agora, na pandemia, com milhares de pessoas desempregadas, passando fome, é muito pior! Precisamos demonstrar empatia e solidariedade coletiva e institucional com a população! Não adianta usar o argumento de que há recursos pra isso! Vamos usar o recurso público de forma que realmente beneficie a população, devolvendo por exemplo para a Prefeitura. Fica o apelo a todos os vereadores de Manaus, desistam, por favor”, disse o parlamentar.

Continua depois da Publicidade

* Com informações da assessoria de imprensa