Política

Dono da Tutiplast afirma que Pauderney precisa voltar ao Congresso para defender as empresas e os empregos da ZFM

Pauderney foi responsável pela instalação do polo de componentes no Amazonas, que ainda hoje gera mais de 40 mil empregos no PIM.


Redação AM POST

O diretor-presidente da Tutiplast Indústria e Comércio, Cláudio Barella, afirmou que os empregos e as empresas da Zona Franca de Manaus (ZFM) precisam ser defendidos de forma mais efetiva no Congresso Nacional. A declaração foi dada por ele, nesta sexta-feira, 29/7, após receber a visita do pré-candidato a deputado federal Pauderney Avelino (UB).

Continua depois da Publicidade

De acordo com o empresário que inaugurou a Tutiplast em 1993, e tem em seu quadro cerca de 1.200 funcionários, o Amazonas precisa ter Pauderney como representante em Brasília, para o desenvolvimento econômico do Estado ser fortalecido.

“Hoje eu estou muito feliz em receber a visita do nosso futuro deputado federal. É com muito prazer que a gente tem essa oportunidade e o que queremos é que ele possa retornar ao Congresso e defender cada vez mais a Zona Franca de Manaus. É um trabalho que ele fez por muitos anos e nós gostaríamos imensamente que ele voltasse a exercer esse trabalho em favor dos empregos, das empresas e do povo de forma geral”, destacou.

Pauderney foi responsável pela instalação do polo de componentes no Amazonas, que ainda hoje gera mais de 40 mil empregos no PIM. “Tenho o compromisso de sempre lutar pelos interesses do nosso estado. A Zona Franca sempre foi atacada, mas quando eu estava no Congresso não deixava esses ataques chegarem até o fim. Vou seguir defendendo as indústrias, os empregos, a segurança jurídica e o desenvolvimento do Amazonas”, disse.

Continua depois da Publicidade