Política

Em 2021, senadores do AM gastaram mais de R$ 1 milhão do ‘Cotão’ e valor daria para pagar 3 mil ‘Auxílios Emergenciais’

O valor é 70,27% maior que o gasto registrado em 2020.

Redação AM POST*

Os senadores do Amazonas, Eduardo Braga (MDB), Omar Aziz (PSD) e Plínio Valério (PSDB), gastaram em 2021 cerca de 1,2 milhão das Cotas para Exercício da Atividade Parlamentar (CEAP), o famoso ‘Cotão’, que é usado para pagar despesas vinculadas ao exercício do mandato. O valor é 70,27% maior que o gasto registrado em 2020 e equivale a 3,2 mil Auxílios Emergenciais, considerando o valor atual de R$ 400.

Continua depois da Publicidade

Omar Aziz, foi o que mais gastou no Senado Federal recursos do Cotão em 2021 e usou R$ 552,076 mil com dois tipos de despesas: passagens aéreas (R$ 217,6 mil) e serviços de comunicação e marketing (R$ 310 mil), pagos as empresas Uplink Assessoria e Consultoria e Caravelas Consultoria e Comunicação.

Já Eduardo Braga foi o segundo senador do Amazonas mais gastão. Sua atuação parlamentar custou R$ 398.937 mil nesta ano aos cofres públicos. Desse montante, R$ 300 mil foram gastos consultoria de comunicação e pesquisas.

Plínio Valério (PSDB) foi o mais econômico e gastou R$ 259.489 com locomoção, hospedagem, alimentação, combustíveis e lubrificantes, conforme dados do Portal da Transparência do Senado.

Continua depois da Publicidade

*Com informações da AGÊNCIA CENARIUM