Globo é proibida de exibir documentos sobre investigações de Flávio Bolsonaro

“Acabo de ganhar liminar impedindo a #globolixo de publicar qualquer documento do meu procedimento sigiloso”, comemorou o senador.

Redação AM POST

A TV Globo foi proibida de divulgar qualquer documento da investigações sobre o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) pelo esquema de “rachadinha” na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), quando era deputado estadual. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Continua depois da Publicidade

A decisão é da juíza Cristina Serra Feijó, da 33ª Vara Cível do RJ que atendeu pedido feito pela defesa do senador
na quinta-feira (3) sob o argumento de que o caso corre em segredo de Justiça.

“Acabo de ganhar liminar impedindo a #globolixo de publicar qualquer documento do meu procedimento sigiloso. Não tenho nada a esconder e expliquei tudo nos autos, mas as narrativas que parte da imprensa inventa para desgatar minha imagem e a do Presidente Jair Messias Bolsonaro são criminosas. Juíza entendeu que isso é altamente lesivo à minha defesa”, comemorou Flávio no Twitter.

“Querer atribuir a mim conduta ilícita, sem o devido processo legal, configura ofensa passível, inclusive, de reparação”, completou ele em publicação no Facebook.

Continua depois da Publicidade

A emissora ainda não se pronunciou sobre a decisão.