Política

Governo de SP multa Marcelo Ramos por não usar máscara em manifestação contra Bolsonaro

Ciro Gomes e Joice Hasselmann também foram autuados por descumprimento do decreto.

Redação AM POST*

O vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos (PL-AM), foi multado pela Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo por participar do ato contra o governo Jair Bolsonaro na Avenida Paulista, na região central de São Paulo, neste domingo (12), e não usar máscara durante a manifestação.

Continua depois da Publicidade

Além de Ramos, outras nove autoridades que participaram do ato também foram autuadas são eles: Ciro Gomes (PDT), João Amoedo (Novo), o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), os deputados federais Joice Hasselmann (PSL-SP), e Bozzella (PSL-SP), e os deputados estaduais Arthur do Val (Patriota), Heni Ozi Cukier (Novo) e Isa Penna (PSOL).

O uso da máscara é obrigatório em São Paulo e a multa para quem desrespeita a resolução é de R$ 552,71. Os autuados podem apresentar recurso contra a multa.

“Todos os cidadãos, incluindo figuras públicas e políticas, devem zelar pela proteção individual e coletiva”, afirmou a secretaria em nota.

Continua depois da Publicidade

Neste domingo, protestos contra o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ocorreram em diversas capitais do país. Os atos tiveram baixa adesão de manifestantes e viraram piada nas redes sociais.