Pesquisar por em AM POST

Política

Henrique Oliveira quer barrar eleição no Amazonas e tomar o governo

A petição está na Ação Cautelar (4342) requerendo o retorno de Henrique Oliveira ao posto de governador.

  • Por AM POST

  • 01/08/2017 às 14:38

  • Atualizado em 02/08/2017 às 12:25

  • Leitura em 1 minuto

Advogados de Henrique Oliveira entraram, hoje, com um agravo regimental contestando a decisão do ministro Celso de Melo, do Supremo Tribunal Federal (STF), sobre a retomada das eleições diretas. A petição está na Ação Cautelar (4342) requerendo seu retorno ao posto de governador.

Foi por meio dessa ação que o ministro Ricardo Lewandowski suspendeu as eleições suplementares no dia 28 de junho. No dia 6 de julho, decisão do ministro Celso de Mello, do STF, restabeleceu o acórdão do TSE que cassou José Melo e Henrique Oliveira e determinou nova eleição direta. A eleição suplementar acontece no próximo domingo.

PUBLICIDADE

O STF voltou aos trabalhos hoje e poderá julgar os recursos relacionados à eleição suplementar para a escolha do novo governador do Amazonas. O primeiro turno da eleição direta está marcado para o próximo domingo, quando 2.337.760 eleitores em todo o Estado devem ir às urnas. O orçamento para o pleito está estimado em R$ 18 milhões para o primeiro e segundo turno.

Além de Henrique contra a eleição existe também um recurso da mesa diretora da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM), que pede as eleições indiretas.

O AM Post apoia a causa autista

O autismo é um Universo Paralelo que incessantemente pede permissão para fixar-se no terreno dos saberes.

- JESUS,D.F

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank