Pesquisar por em AM POST

Política

Jornalista português desmente versão da PF sobre pedido de visto: ‘É falsa’

O comunicador contesta a versão da PF, alegando que não foi questionado sobre o visto necessário para sua entrada no Brasil.

  • Por AM POST

  • 01/03/2024 às 09:10

  • Atualizado em 01/03/2024 às 07:35

  • Leitura em dois minutos

O jornalista português Sérgio Tavares, detido por cerca de quatro horas no último domingo (25) no Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP), divulgou um vídeo em seu canal no YouTube nesta quinta-feira (29), revelando detalhes do relatório de seu depoimento à Polícia Federal (PF). O comunicador contesta a versão da PF, alegando que não foi questionado sobre o visto necessário para sua entrada no Brasil.

Segundo Tavares, o relatório de seu depoimento não faz menção a perguntas relacionadas ao tipo de visto que ele possuía, seja de turismo ou de trabalho. Além disso, não há registros sobre questões referentes ao passaporte. O jornalista classificou como “falsa” a versão apresentada pela PF.

PUBLICIDADE

O relatório da Polícia Federal revela que o depoimento de Sérgio Tavares foi conduzido pelo delegado Pedro Henrique dos Santos Maia, e contou com a presença do advogado Eduardo Borgo. Durante o interrogatório, o jornalista foi questionado sobre diversos aspectos, como a finalidade de sua viagem ao Brasil, sua estadia em hotéis, recursos financeiros para se manter no país, entre outros pontos.

Entretanto, o relatório não menciona nenhum questionamento sobre o tipo de visto de Tavares. O jornalista optou por permanecer em silêncio diante de perguntas relacionadas a declarações polêmicas que teria feito sobre o Brasil e seus governantes.

A divulgação do relatório de depoimento de Tavares contradiz a versão apresentada pela PF, que, em comunicado, afirmou ter realizado um “procedimento padrão” para determinar se o jornalista estava no país a turismo ou a trabalho. A PF também se referiu a Tavares como “indivíduo”.

PUBLICIDADE

Após ser liberado, o jornalista português conseguiu participar de um ato pela democracia na Avenida Paulista, ao lado de autoridades e do ex-presidente Jair Bolsonaro. Ele não conseguiu ir a Brasília e retornou para a Europa na noite de segunda-feira (26).

https://twitter.com/NoticiasTavares/status/1761759772909371831?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1761759772909371831%7Ctwgr%5E972835782e4af35f6a2d3afa9cd08ab1198e5445%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fleiaisso.net%2Fvke6s%2F

PUBLICIDADE

Em entrevista exclusiva à Oeste, o advogado de Sérgio Tavares, Eduard Borgo, afirmou que a detenção do jornalista foi ilegal, destacando que ele deveria ter sido autorizado a entrar no Brasil sem a exigência de visto, conforme acordos entre o Brasil e Portugal para profissionais da imprensa.

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank