Justiça não consegue intimar Eduardo Bolsonaro para depor em ação de família de Lula

Eduardo havia publicado nas redes sociais que Marisa possuía um patrimônio de R$ 256 milhões. No entanto, o valor real, segundo a defesa dos herdeiros, é de R$ 26 mil.

A Justiça ainda não conseguiu intimar o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para depor no processo movido pelo ex-presidente Lula e pelos herdeiros de Marisa Letícia. Uma oficial foi ao gabinete dele na Câmara dos Deputados, mas o local está fechado por causa da pandemia do novo coronavírus. As informações são da colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S.Paulo.

Em abril, Eduardo publicou nas redes sociais que Marisa possuía um patrimônio de R$ 256 milhões. No entanto, o valor real, segundo a defesa dos herdeiros, é de R$ 26 mil. A ex-secretária especial de Cultura Regina Duarte também foi processada por compartilhar a mesma informação no Instagram.

De acordo com as informações do site de Lula, a família da ex-primeira-dama pede indenização de R$ 131.408,70 tanto ao filho do presidente Jair Bolsonaro quanto à ex-atriz global. Conforme a nota, “a ação também pede que os requeridos sejam condenados a publicar em suas redes sociais a sentença condenatória com o valor correto do investimento de Dona Marisa, corrigindo a desinformação propagada por eles”.

Continua depois da Publicidade

Fonte: Istoé