Lula pede desculpa após declaração sobre coronavírus: “Frase totalmente infeliz”

O ex-presidente havia dito “Ainda bem que a natureza criou esse monstro chamado coronavírus”.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu desculpas após usar usar a expressão “ainda bem” ao se referir ao surgimento do novo coronavírus. “Usei uma frase infeliz, que não cabia, para tentar explicar que é no auge da crise que a gente entende a importância do SUS e do Estado. Peço desculpas a quem se sentiu ofendido”, afirmou.

A declaração polêmica aconteceu na terça-feira (19/5), em entrevista à revista Carta Capital que era transmitida pela internet. Lula disse: “Ainda bem que a natureza, contra a vontade da humanidade, criou esse monstro chamado coronavírus. Porque esse monstro está permitindo que os cegos enxerguem, que os cegos comecem a enxergar, que apenas o Estado é capaz de dar solução a determinadas crises”.

No pedido de desculpas, publicado em uma rede social, Lula também afirmou que poderia ter usado a palavra “infelizmente”, no lugar de “ainda bem”, o que o teria feito soar de maneira mais adequada.

Continua depois da Publicidade

“Eu sou ser humano movido a coração, eu sei o sofrimento que causa a pandemia, não poder enterrar seus parentes, eu não saio de casa do dia 12 de março até agora. Nasceu netinha minha e eu não fui ver. Acredito piamente, enquanto não tiver remédio, a melhor solução para não pegar a doença é ficar em casa”, acrescentou.

Mortes por coronavírus

Continua depois da Publicidade

Segundo dados oficiais do Ministério da Saúde, 17.971 pessoas morreram de coronavírus no Brasil. No total, 271.628 pessoas foram infectadas no país. A última atualização da pasta, na terça-feira (19/5), contabilizou 1.179 óbitos em 24h. . O Brasil já é o terceiro país do mundo com mais infectados.

Fonte: Correio Braziliense