Política

Lula se declara para Renan Calheiros e diz que deve muito a ele

Renan Calheiros era o presidente do Senado quando Dilma sofreu impeachment, e votou a favor da queda dela, ação que o PT chamou de “golpe”.


Redação AM POST

Durante ato em Alagoas, nessa sexta-feira (17), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teceu elogios ao senador Renan Calheiros.

Continua depois da Publicidade

“Renan foi presidente do Senado duas vezes, e eu devo muito ao Renan e ao José Sarney, que tem 92 anos. Tem muita gente vendo a história do Sarney pelo avesso. Mas foi o comportamento dele que garantiu que se recuperasse a democracia após 1985”, disse o petista

Renan Calheiros era o presidente do Senado quando Dilma sofreu impeachment, e votou a favor da queda dela, ação que o PT chamou de “golpe”.

O político já foi indiciado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Continua depois da Publicidade

Durante seus discursos, Lula tem dito que, se eleito, recriará o Ministério da Cultura, que foi extinto no governo do presidente Jair Bolsonaro (PL), e criará comitês culturais em todos os Estados.