Pesquisar por em AM POST

Política

Maioria dos vereadores da CMM votam contra pedido de urgência a PL que concede reajuste de 1,25% aos professores

Foram 18 votos a favor e 19 contrários, durante Sessão Plenária.

  • Por AM POST

  • 03/04/2024 às 13:01

  • Atualizado em 03/04/2024 às 18:19

  • Leitura em 1 minuto

Durante Sessão Plenária nesta quarta-feira (03/04), a maioria dos vereadores da Câmara Municipal de Manaus (CMM) votou contra o Regime de Urgência na tramitação de um Projeto de Lei de autoria da prefeitura de Manaus que concede 1,25% de reajuste aos profissionais da educação.

De acordo com o artigo 64 da Lei Orgânica do Município (Loman), havia a possibilidade do PL tramitar em Regime de Urgência, mas por um voto de diferença, sendo 18 votos a favor e 19 contrários, os vereadores decidiram que a categoria deve ser ouvida e o PL seguirá para análise da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR).

PUBLICIDADE

Votaram contra o projeto em regime de urgência os vereadores: Allan Campelo, Elissandro Bessa, Capitão Carpê, Daniel Vasconcelos, Diego Afonso, Everton Assis, Ivo Neto, Jaildo Oliveira, João Carlos, Lissandro Breval, Marcelo Serafim, Márcio Tavares, Professora Jacqueline, Raiff Matos, Rodrigo Guedes, Rosivaldo Cordovil, Thaysa Lippy, William Alemão e Yomara Lins.

Votaram a favor os vereadores: Alonso Oliveira, David Reis, Dione Carvalho, Eduardo Alfaia, Eduardo Assis, Elan Alencar, Fransuá, Gilmar Nascimento, Jander Lobato, Joelson Silva, Kennedy Marques, Mitoso, Marcel Alexandre, Profº Samuel, Raulzinho, Roberto Sabino, Rosinaldo Bual e Wallace Oliveira.

Apenas o vereador Sassá da Construção Civil se absteve do voto.

PUBLICIDADE

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank