Política

Marcelo Amil recorre ao TSE para impedir o PSOL de suspender direitos eleitorais pela sigla

PSol Nacional invalidou candidatura de advogado ao governo do Amazonas.


Patryck Vieira – Redação AM POST

Nesta terça-feira, (03) o Diretório nacional do PSol decidiu acatar uma conferência eleitoral partido estadual no dia 16 de julho que escolheu Israel Tuyuka como candidato ao governo do Amazonas.

Continua depois da Publicidade

Em contrapartida, o partido suspendeu os direitos dos filiados de Marcelo Amil, seu vice, Luiz Carlos e da presidente estadual da sigla, Rosilane Almeida.

No último dia 31 de julho, domingo, o advogado Marcelo Amil (Psol) tinha oficializado sua candidatura ao governo durante uma convenção partidária, porém, nesta terça-feira, precisou recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para impedir o diretório nacional de suspender seus direitos filiativos, com os demais apoiadores. Amil disse que tentam lhe aplicar um golpe, durante coletiva de imprensa.

“Nós estamos na iminência de sofrer um golpe covarde por parte de alguns membros da direção nacional e nós vamos brigar na Justiça pelos direitos que nós conquistamos na convenção”, disse Marcelo.

Continua depois da Publicidade

Marcelo disse que toda a interferência é baseada em mentiras, pois não existe nenhum processo em seu nome.

O médico indígena Israel Tuyuka e a oficial de justiça Marília Freire serão os candidatos majoritários da legenda no Amazonas – Israel ao Governo do Estado e Marília ao Senado Federal.

Continua depois da Publicidade