O portal de notícias da Amazônia



Política

Patriota morto na Papuda ficou 80 dias preso depois de PGR pedir soltura

Assessoria do Supremo Tribunal Federal (STF) disse que o ministro Alexandre de Moraes não vai se manifestar.

  • Por AM POST

  • 22/11/2023 às 08:43

  • Atualizado em 22/11/2023 às 19:08

  • Leitura em 1 minuto

Cleriston Pereira da Cunha, acusado pelos eventos do 8 de janeiro, passou 80 dias na prisão mesmo após a Procuradoria-Geral da República (PGR) ter se manifestado a favor de sua soltura. Infelizmente, ele veio a falecer no presídio da Papuda ontem após um mal súbito.

A CNN teve acesso à manifestação da PGR, datada do dia 1 de setembro, na qual se posicionava favoravelmente à libertação de Cleriston Pereira da Cunha. O ministro Alexandre de Moraes é o relator do caso, porém, até o momento, não explicou os motivos da demora em decidir sobre a manutenção da prisão.

PUBLICIDADE

Diante desse cenário, ao ministro foi procurado, por meio da assessoria de comunicação do Supremo Tribunal Federal (STF), para obter esclarecimentos sobre a razão pela qual ainda não houve uma decisão. A resposta recebida foi que o ministro não irá se manifestar sobre o assunto.

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank