Política

Pauderney Avelino ouve demandas de líderes indígenas do Vale do Javari

As etnias Marubo, Matise, Mayruna, Kanamari, Tikuna e Colina enviaram seus representantes para o encontro que aconteceu na sede da União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (Unijava), em Atalaia do Norte.


Redação AM POST

Os representantes de cinco etnias de comunidades indígenas do Vale do Javari receberam, neste domingo, 25/7, a visita do pré-candidato a deputado federal Pauderney Avelino (UB), a quem eles apresentaram suas demandas. Pauderney, prestou solidariedade pela morte do indigenista Bruno e Dom Philips ocorrida na região e se posicionou contra o Marco Temporal.

Continua depois da Publicidade

As etnias Marubo, Matise, Mayruna, Kanamari, Tikuna e Colina enviaram seus representantes para o encontro que aconteceu na sede da União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (Unijava), em Atalaia do Norte.

O coordenador da Unijava, Paulo Marubo, ressaltou a importância do diálogo entre os povos indígenas e Pauderney que, segundo ele, tem experiência e sempre foi um defensor do Estado do Amazonas. “Nós não abrimos a nossa sede para qualquer pessoa, apenas para quem confiamos, pois buscamos apoio para as causas do nosso povo. Temos o objetivo de dar voz aos povos de todas as comunidades indígenas, por isso, hoje estamos aqui com o deputado Pauderney. Precisamos de políticas públicas que nos proteja e respeitem nosso modo de vida. Temos parentes que querem ficar isolados e isso também deve ser visto”, disse Marubo.

Em seus seis mandatos na Câmara dos Deputados e enquanto esteve à frente da Secretaria de Educação de Manaus (Semed), Pauderney foi responsável por avanços e melhorias aos povos indígenas.

Continua depois da Publicidade

Ele trabalhou pela pela educação bilíngue no município de São Gabriel da Cachoeira, que 90% da sua população é de povos indígenas, proporcionando o processo de ensino e aprendizagem em português e ma língua materna. O ensino bilíngue aos índios também começou a ser implantado por Pauderney na rede de educação de Manaus, atendendo a todas as comunidades alcançadas pela Semed. Na gestão de Pauderney todas as comunidades que são contempladas com uma escola da secretaria municipal também receberam iluminação e internet.

“Tenho compromisso com o povo do Estado do Amazonas. Defendo a dignidade dos povos indígenas. Quero aqui demonstrar minha indignação com essa tragédia brutal com essas pessoas que defendiam os direitos dessas comunidades. Quero deixar claro que não concordo em hipótese alguma com essa história de Marco Temporal. Tenho responsabilidade em desenvolver o Amazonas gerando emprego e renda e utilizando nossas riquezas naturais de forma sustentável. Sempre atuei pela melhoria de vida nos municípios de Atalaia, Benjamin e Tabatinga e vou continuar buscando benefícios para o crescimento de todo interior do nosso Estado”, destacou.

Continua depois da Publicidade

Benjamim Constant e Tabatinga

Seguindo a agenda de reuniões, Pauderney teve um encontro com educadores de Benjamim Constant e seguiu para Tabatinga onde também conversou com profissionais da Educação e lideranças comunitárias.

Continua depois da Publicidade