Plínio Valério critica ministro do STF por afastar senador flagrado com dinheiro escondido na cueca

Para o senador do Amazonas a decisão foi um “cavalo de pau” que vem sendo dado com uma jurisprudência flutuante.

Redação AM POST

O senador Plínio Valério (PSDB) se manifestou sobre decisão do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou nesta quinta-feira o afastamento por 90 dias das funções de parlamentar do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), flagrado escondendo dinheiro na cueca em operação de busca e apreensão realizada na véspera que apurava desvio de recursos públicos para o enfrentamento do novo coronavírus.

De acordo com Plínio Valério para ser afastado o parlamentar tem que ser processado e julgado no Conselho de Ética do Senado. “Absurda a decisão do ministro Barroso, mais uma vez querendo aparecer. O Senado sim, tem competência constitucional para afastar ministros do STF em casos de abusos de suas funções”, declarou.

Continua depois da Publicidade

“Mais uma vez o ministro Barroso está extrapolando sua função. É mais um absurdo patrocinado pelo STF”, protestou.

Para o senador do Amazonas a decisão foi um “cavalo de pau” que vem sendo dado com uma jurisprudência flutuante. “Como no caso do fim da prisão em segunda instância, agora ministro se acha no direito de caçar senador”, afirmou.

Repercussão
O caso envolvendo Chico Rodrigues tem gerado forte repercussão e levou o governo Jair Bolsonaro a destituir o senador do cargo de um dos vice-líderes do governo no Senado nesta quinta-feira.

Continua depois da Publicidade

Oficialmente, a saída do cargo foi realizada “a pedido” do parlamentar, que divulgou nota dizendo que vai provar que “nada tenho haver com qualquer ato ilícito de qualquer natureza”.

“Acredito nas diretrizes que o grande líder e presidente do Brasil, Jair Messias Bolsonaro, usa para gerir a nossa nação”, disse.

“Vou cuidar da minha defesa, e provar minha inocência. Volto a dizer, ao longo dos meus 30 anos de vida pública, tenho dedicado minha vida ao povo de Roraima e do Brasil, e seguirei firme rumo ao desenvolvimento da minha nação”, reforçou.

Continua depois da Publicidade