Presidente da Samel critica Jornal A Crítica por manchete “jocosa” sobre sua doação legal a campanha do candidato Ricardo Nicolau

Empresário disse que a única candidatura que vai apoiar, investindo recursos do próprio bolso, sempre de maneira legal, é a do seu irmão.

Redação AM POST

O presidente da Samel, Luís Alberto Nicolau, divulgou nota na tarde deste sábado (3) comentando sobre reportagem do Jornal A Crítica que fala sobre a doação de R$ 500 mil feita pelo empresário à campanha do seu irmão, Ricardo Nicolau, que é candidato a prefeito de Manaus.

De acordo com Luís Alberto Nicolau a informação é verdadeira e a doação foi feita obedecendo a todas as exigências legais além do dinheiro ser de origem limpa.

Continua depois da Publicidade

Ele também declara que a notícia foi escrita de forma jocosa e questionou porque o jornal não noticiou outras doações do grupo Samel como os mais de R$ 5 milhões investidos para manter o hospital de campanha funcionando por mais de dois meses ou a ajuda na gestão do hospital de campanha de Roraima, a custo zero.

“Eu respondo o porquê. Porque ajudar o próximo sem interesses não gera notícia”, disse.

Leia a nota na íntegra:
NOTA PÚBLICA

Continua depois da Publicidade

Neste sábado, o jornal A Crítica noticiou, na capa, que eu doei a quantia de R$ 500 mil para a campanha do meu irmão, Ricardo Nicolau, a prefeito de Manaus. Venho, por meio desta, confirmar que isso é a mais pura verdade. Fiz, sim, a doação, obedecendo a todas as exigências legais, e doarei o quanto mais a legislação brasileira me permitir. Dinheiro fruto de trabalho árduo no setor privado, com origem limpa.

A única candidatura que vou apoiar, investindo recursos dos meus próprios bolsos, sempre de maneira legal, é a do meu irmão Ricardo Nicolau. Ele é o único que tem competência para administrar a cidade de Manaus, assim como tem feito nas organizações da nossa família desde a juventude, passando também pelo Hospital dos Acidentados e pela Sociedade Pró-Saúde.

Posso afirmar que a maior financiadora da candidatura de Ricardo Nicolau será a nossa própria família, porque sei que meu irmão não aceitará receber dinheiro de empreiteiros, de “caixa 2” e tampouco tem interesse em manter contratos com o governo.

Continua depois da Publicidade

Aproveito para fazer o questionamento: por que este mesmo jornal, que publicou a notícia de forma jocosa, não noticiou quando o Grupo Samel doou R$ 1 milhão para abrir a conta bancária da prefeitura de Manaus e, assim, viabilizar a montagem do Hospital de Campanha Gilberto Novaes? E os outros milhões que investimos na transformação de uma escola em hospital em apenas quatro dias?

Por que não noticiaram os mais de R$ 5 milhões que o Grupo Samel investiu para manter o hospital de campanha funcionando por mais de dois meses e para realizar a missão humanitária que levou, gratuitamente, tecnologias e medicamentos de tratamento da Covid-19 para 58 municípios do interior do Amazonas, fretando inclusive dois aviões para isso? Ou quando ajudou na gestão do hospital de campanha de Roraima, a custo zero?

Eu respondo o porquê. Porque ajudar o próximo sem interesses não gera notícia. O Grupo Samel se mantém firme em suas atividades de responsabilidade social e, como já fez em vários estados do Brasil e na Bolívia, está com suas equipes na Colômbia, desde ontem (02/10), disponibilizando a Cápsula Vanessa e demais equipamentos, também sem custos.

Continua depois da Publicidade

Foi esse trabalho que tornou o Grupo referência nacional e internacional no combate ao novo coronavírus, salvando milhares de vidas, ao apostar no método Vanessa como a melhor forma de tratar o paciente, tendo inclusive contrariado tudo o que a Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde recomendavam de modo equivocado no início da pandemia.

Na crise de saúde pública mundial mais grave do século, não seria justo que o Grupo Samel virasse as costas para o povo de Manaus. Por isso, não medimos esforços para retribuir à sociedade tudo o que conseguimos conquistar, com muito suor e dedicação, em mais de 40 anos de um trabalho iniciado pelo nosso patriarca, o médico Dr. Luiz Fernando Nicolau.

O Grupo Samel continua à disposição para salvar vidas dos brasileiros e dos nossos irmãos de qualquer outro país, seja aonde e como for.

LUÍS ALBERTO SALDANHA NICOLAU
Diretor-presidente do Grupo Samel

Manaus, 3 de outubro de 2020.