“Quem não quer, não toma”, diz Bolsonaro ao defende cloroquina

A declaração foi feita a apoiadores que estavam em frente ao Palácio da Alvorada.

O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender, neste sábado (23), o uso da cloroquina para o tratamento da Covid-19. A declaração foi feita a apoiadores que estavam em frente ao Palácio da Alvorada.

– Até porque não tem outro remédio. É o que tem. Ou você toma cloroquina ou não tem nada. O que eu fico chateado também é que quem não quer tomar, não toma – disse.

Bolsonaro lembrou ainda que um protocolo de tratamento totalmente seguro e eficaz leva tempo e que no caso da pandemia é preciso uma solução rápida.

Continua depois da Publicidade

– Na Guerra do Pacífico não tinha remédio, usaram água de coco e funcionou. Se fosse esperar um protocolo, uma comprovação científica, iam morrer milhares – afirmou.

Nesta semana, o Ministério da Saúde mudou o protocolo para a administração da cloroquina. A partir de agora, há a indicação de que a droga seja usada ainda no início dos sintomas da Covid-19.

Fonte: Pleno.News

Continua depois da Publicidade