Política

Site rebate Eduardo Braga sobre condenação em ação judicial: “Mentiu mais uma vez, como está habituado”

Senador considerou como “ofensivo, difamatório e calunioso” reportagem sobre acusações que segundo o site ainda pesam contra ele e se arrastam no STF.


Redação AM POST

O site BNC Amazonas, que pertence ao jornalista Neuton Corrêa, se pronunciou nessa terça-feira (18) para desmentir o senador Eduardo Braga (MDB) e afirma que o parlamentar usou blogs comprados ‘com dinheiro investigado pela operação Lava Jato’ para divulgar que ganhou ação judicial contra o portal e vai doar R$40 mil de indenização do processo.

Continua depois da Publicidade

“Mentiu mais uma vez, como está habituado”, declarou o site em nota.

De acordo com os blogs, o valor é procedente de um processo judicial por danos morais vencido por Eduardo sobre o site BNC. No dia 6 de janeiro de 2019, o site publicou conteúdo que se referia a uma das acusações que ainda pesam contra Braga e se arrasta no Supremo Tribunal Federal (STF), e o senador considerou como “ofensivo, difamatório e calunioso”. Na justiça ele alegou que a matéria era “sensacionalista, sem fundamentos e sem provas”.

A reportagem em questão fala sobre acusação do senador ter recebido R$6 milhões em propina da empresa Rico Taxi Aéreo, ainda com nota fiscal. O BNC afirma que Eduardo Braga não foi inocentado neste caso. Para a Justiça brasileira, as graves acusações ainda são verdadeiras, conforme o site.

Continua depois da Publicidade

“Os fatos, tidos como ofensivos e mentirosos contra a honra do senador, acusado de receber propinas na Lava Jato, se referiram a uma das acusações que ainda pesam contra ele e se arrastam no Supremo Tribunal Federal (STF)”, disse o site.

Sobre a condenação o BNC afirma que não é verdade que a decisão é irrecorrível. O que aconteceu é que o advogado contratado pelo site testou positivo para covid-19, perdeu prazo para recursos e para as impugnações que deveriam ser feitas no processo e faleceu.

Continua depois da Publicidade

“O BNC Amazonas seguirá vigilante, sem se intimidar. Os casos de corrupção, principalmente com o dinheiro público, seguirão sendo denunciados, em qualquer nível. A esperança de todo o Amazonas é que um dia a justiça se faça contra os que assacam os bens da coletividade”, destacou o site.

O site também destacou que não se tem notícia no Amazonas que Eduardo Braga tenha feito qualquer doação a entidades filantrópicas alguma vez na vida. “Apontado entre os parlamentares mais ricos do país, depois de ter sido governador do Amazonas por duas vezes, Braga não é reconhecido no estado onde fez-se milionário como uma pessoa generosa”, disse.

Continua depois da Publicidade