Política

Vereador de Manaus cobra ação contra empresa Global Green

Parlamentar questionou a empresa e IMMU, depois de constatar demora, ônibus quebrados e pátio lotado de veículos enquanto população esperava nas paradas da Zona Leste.

Redação AM POST

Passados 16 dias desde a fiscalização realizada pela Ouvidoria da Câmara Municipal de Manaus nos pontos e terminais de ônibus da Zona Leste e na Garagem da Global Green, a empresa e o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana de Manaus (IMMU) não responderam aos questionamentos feitos pelo vereador Amom Mandel (sem partido) sobre a atuação da prestadora de serviços e qual tipo de autuação já foi realizada pelo órgão fiscalizador do sistema contra a operadora de transporte.

Continua depois da Publicidade

“Estivemos na Global Green em duas oportunidades, nos dias 3 e 9 de julho, e nas duas vezes só tivemos reclamação por parte dos usuários. Além disso, vimos diversos ônibus dentro da garagem durante horário comercial. Um absurdo! Pessoas esperando nos pontos de ônibus e os veículos guardados nas garagens. Uma falta de respeito com a população. A prefeitura precisa atuar ou estará sendo conivente com o sofrimento da população.”, disse Amom Mandel.

Na última segunda-feira (19/07) Amom Mandel fechou uma agenda de fiscalização em todas as empresas que operam o sistema de transporte coletivo de Manaus. Além delas, pontos e terminais de ônibus devem ser fiscalizados pelas equipes da Ouvidoria da CMM.

“Essas ações surgem após diversas denúncias da população e até de trabalhadores do sistema. Vamos fiscalizar cada ponto e após isso analisar os relatórios e apresentar isso para a sociedade e autoridades.”, finalizou Amom Mandel.

Continua depois da Publicidade

* Com informações da assessoria de imprensa