Pesquisar por em AM POST

Saúde da Mulher

Gravidez molar: entenda essa condição rara e seus efeitos

Saiba tudo sobre gravidez molar, desde sintomas até tratamentos, e como lidar com essa condição rara.

  • Por AM POST

  • 17/04/2024 às 14:09

  • Atualizado em 17/04/2024 às 11:16

  • Leitura em três minutos

Gravidez molar

Gravidez molar- Foto: Internet

Saúde da mulher– A gravidez molar, também conhecida como mola hidatiforme, é uma condição rara e complexa que se desenvolve durante a gravidez. Este tipo de gestação anormal é caracterizado pelo crescimento anormal das células do trofoblasto, que normalmente se desenvolveriam na placenta. Neste artigo, exploraremos o que é a gravidez molar, suas causas, sintomas, diagnóstico e opções de tratamento.

O Que é Gravidez Molar?

Uma gravidez molar ocorre quando um erro durante a fertilização leva ao desenvolvimento anormal de tecido dentro do útero. Existem dois tipos principais: a mola completa, onde não há material genético fetal presente, e a mola parcial, onde o material genético está presente, mas é anormal e não viável. Ambas as formas resultam em um crescimento excessivo de tecido placentário, o qual pode parecer uma massa de uvas no ultrassom.

PUBLICIDADE

Causas da Gravidez Molar

As causas específicas da gravidez molar ainda não são totalmente compreendidas, mas fatores como alterações genéticas, idade da mãe (mais comum em mulheres com menos de 20 anos ou mais de 35 anos), e histórico prévio de mola hidatiforme podem aumentar o risco.

Sintomas Comuns

Os sintomas de uma gravidez molar podem incluir sangramento vaginal anormal, náuseas e vômitos mais intensos do que os normalmente associados à gravidez, crescimento rápido do útero, ausência de movimento fetal e, às vezes, complicações como tireotoxicose. Muitas vezes, a condição é detectada durante um exame de rotina de ultrassom.

Diagnóstico

O diagnóstico de gravidez molar geralmente é feito através de ultrassonografia, onde o médico pode observar um padrão característico conhecido como “tempestade de neve”. Além disso, níveis anormalmente altos do hormônio gonadotrofina coriônica humana (hCG) podem indicar a presença de uma mola hidatiforme.

PUBLICIDADE

Tratamento e Prognóstico

O tratamento para a gravidez molar geralmente envolve a remoção do tecido molar através de um procedimento chamado curetagem por aspiração. Após a remoção, é essencial o acompanhamento contínuo com testes de hCG para garantir que não haja tecido molar residual, o qual poderia desenvolver-se em uma condição mais grave chamada neoplasia trofoblástica gestacional. Em alguns casos, pode ser necessário tratamento adicional, como quimioterapia.

Apesar de ser uma condição rara, a gravidez molar é uma situação que requer atenção médica imediata devido aos riscos associados a ela. Compreender os sintomas e buscar tratamento precoce são fundamentais para um bom prognóstico. Mulheres que passaram por uma gravidez molar devem realizar acompanhamento médico antes de tentar conceber novamente.

PUBLICIDADE

O AM Post apoia a causa autista
blank

Um anjo pergunta à Deus: O que é um autista? E Deus lhe responde: É um de vocês que permito descer à Terra!

- Lu Lena

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank