Saúde

Avanço da varíola dos macacos no Brasil é “muito preocupante”, diz OMS

A líder técnica Rosamund Lewis também alertou sobre a possibilidade de estar havendo uma subnotificação de casos por falta de testes.


Redação AM POST

A líder técnica da Organização Mundial de Saúde (OMS) no combate à varíola dos macacos, Rosamund Lewis, falou sobre o avanço da doença no Brasil, em entrevista na manhã desta terça-feira (26/7). Segundo a especialista, a situação do país é “muito preocupante”.

Continua depois da Publicidade

De acordo com os últimos dados do Ministério da Saúde, o país tem 813 casos confirmados da varíola dos macacos. Diante desse número, o Brasil figura entre os 10 países com mais registros da doença.

“Certamente é muito preocupante para países como o Brasil – uma nação continental, de população tão grande, geograficamente extensa, que agora também relata um número significativo de casos”, disse a especialista.

Lewis também alertou para a possibilidade de estar havendo subnotificação de casos, por falta de testes, e pediu ainda que as autoridades ajam de acordo com a emergência de saúde pública de interesse internacional, decretada pela OMS no último sábado (23/7).

Continua depois da Publicidade

A líder técnica assegura que o surto pode ser controlado, caso sejam adotadas as estratégias certas. Entre as recomendações da OMS, estão a implementação de uma resposta coordenada para interromper a transmissão e proteger grupos vulneráveis, a intensificação de medidas de vigilância e saúde pública, o fortalecimento da gestão clínica, a prevenção e o controle de infecções em unidades de saúde e a aceleração de pesquisa sobre vacinas e tratamentos.

No sábado (23), o Ministério da Saúde informou que realiza tratativas para a compra da vacina contra a varíola dos macacos. De acordo com a pasta, a aquisição será negociada com a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas).

Continua depois da Publicidade