Pesquisar por em AM POST

Saúde

Saúde Amazonas alerta a população para prevenção contra doenças transmitidas pelo Aedes aegypti

Amazonas está atravessando o período chuvoso, cenário propício para o aumento de casos de dengue no estado.

  • Por AM POST

  • 29/03/2021 às 20:00

  • Leitura em três minutos

Redação AM POST

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), por meio do Programa Estadual de Vigilância e Controle de Arboviroses no Amazonas, que integra o Programa Saúde Amazonas, do Governo do Estado do Amazonas, via Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) e FVS-AM, alerta a população para a necessidade de intensificar os cuidados para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.

PUBLICIDADE

O Amazonas está atravessando o período chuvoso, cenário propício para o aumento de casos de dengue no estado. “Cerca de 80% das notificações de dengue são registradas de novembro a maio no Amazonas. Esse é o período de maior risco para a doença e coincide com o período chuvoso”, afirmou o diretor-presidente da FVS-AM, Cristiano Fernandes.

Dados parciais do Departamento de Vigilância Epidemiológica da FVS-AM (DVE/FVS-AM) apontam para o registro de 4.379 casos notificados de dengue; 34 casos notificados de chikungunya; e 32 casos de notificações de zika até a última sexta-feira (27/03). Os dados constam no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) do Ministério da Saúde.

De acordo com o chefe do Departamento de Vigilância Epidemiológica (DVE) da FVS-AM, Elder Figueira, a formação de criadouros do mosquito Aedes aegypti pela chuva redobra a necessidade de atenção pela população, em seguir as orientações dos municípios, quanto às medidas de prevenção de dengue, zika e chikungunya.

PUBLICIDADE

“A maioria dos criadouros do mosquito Aedes aegypti ou está nos quintais residenciais ou dentro de casa. Então, a participação da população na eliminação de criadouros é fundamental para o controle da população do mosquito e, consequentemente, a redução do número de casos de doença”, afirmou Elder.

Orientação – A Nota Técnica Nº 13/2021 da FVS-AM alerta sobre o risco de aumento de casos de dengue, zika e chikungunya transmitidos pelo Aedes aegypti. O documento é destinado a orientar os profissionais de saúde dos municípios quanto à necessidade de intensificação das ações de vigilância, prevenção e controle, tendo como objetivo reduzir a incidência das três doenças, prevenindo principalmente casos graves e óbitos. A nota pode ser acessada neste link: https://bit.ly/3uSgjTi

PUBLICIDADE

Programa – O Programa Estadual de Vigilância e Controle de Arboviroses no Amazonas, que monitora cenários epidemiológicos de dengue, zika, chikungunya e febre amarela, faz parte do Programa Saúde Amazonas, do Governo do Estado do Amazonas, via Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) e FVS-AM. A iniciativa atua para reduzir a morbimortalidade e o risco de epidemias causadas por arboviroses.

Referência – A FVS-AM é responsável pela Vigilância em Saúde do Amazonas, que inclui o monitoramento de doenças no estado por meio do Departamento de Vigilância Epidemiológica (DVE). A FVS-AM funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na avenida Torquato Tapajós, 4.010, Colônia Santo Antônio, Manaus. Contato telefônico da FVS-AM (92) 3182-8550 e 3182-8551. Contato telefônico do PNI/FVS-AM são (92) 2129-2500 e 2129-2502.

PUBLICIDADE

*Com informação da Assessoria de Imprensa

O AM Post apoia a causa autista
blank

O Autismo traz limitações mas, isto não significa incapacidade. Todos temos alguma habilidade.

- Nay Potarcio

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank