Pesquisar por em AM POST

Veja Mais

Mídia nacional repercute nomeação de líder do ‘VemPraRua’ e faz nova denúncia

Julio Lins é chefe da divisão de articulação política do município e recebe R$ 4.600 mensais da prefeitura de Manaus.

  • Por AM POST

  • 23/03/2018 às 22:23

  • Atualizado em 26/03/2018 às 17:37

  • Leitura em dois minutos

A imprensa nacional repercutiu nesta quinta-feira, 23, e sexta-feira 23, a matéria do Amazonas1 sobre a nomeação do líder nacional do movimento #VemPraRua, Julio César Castro Lins Barroso, 19, no cargo de chefe da Divisão de Articulação Política no gabinete da Vice-Prefeitura de Manaus, e que, segundo servidores do município, ele não aparece para trabalhar.

Em dias e horários comerciais, o Amazonas1 direcionou uma equipe de reportagem ao gabinete do vice-prefeito nos meses de fevereiro e março deste ano e não viu o estudante aparecer para prestar expediente de segunda a sexta-feira, no horário comercial. Julio Lins foi nomeado no dia 9 de janeiro de 2017, com um salário mensal de R$ 4.600, e continua no cargo até hoje.

PUBLICIDADE

O material jornalístico – com documentos e prints do facebook de Julio Lins – viralizou na internet e veículos de comunicação de todo o país reproduziram a matéria e alguns deles buscaram novos fatos, como o Portal R7, da TV Record, na Coluna do Fraga.

Conhecido nacionalmente, o jornalista informou que no dia no dia 22 de janeiro de 2018, uma segunda-feira, Julio Lins faltou ao trabalho para participar de um ato partidário do Livres, partido no qual ele é filiado. Em seu facebook, Julio compartilhou uma live da fan page da legenda, onde aparece atrás da mesa, acompanhando o discurso do orador da reunião.

PUBLICIDADE

Coletiva de imprensa sobre os rumos do Livres, ao vivo de São Paulo. #EuSouLivres

PUBLICIDADE

Posted by Livres on Monday, January 22, 2018

Defesa tardia

PUBLICIDADE

Após denúncias de receber dinheiro público para trabalhar e não comparecer ao emprego, Julio Lins foi questionado por vários seguidores em seu facebook. Um deles perguntou ontem, à noite, se o estudante iria se pronunciar sobre o assunto.

Na mensagem, o líder do VemPraRua prometeu falar sobre a denúncia hoje, sexta-feira, 23, em uma resposta sucinta e arisca: “documentação levantada, advogado acionado. Amanhã (hoje) tem vídeo resposta!”.

Passadas mais de 24 horas, o estudante não se pronunciou sobre a sua ausência no serviço público. Servidores da Prefeitura de Manaus informaram ao Amazonas1 que ele está “providenciando” relatórios e folhas de pontos para apresentar como contra-argumento às denúncias. Os funcionários prometeram levar o caso ao Ministério Público do Estado (MP-AM).

Fonte: Amazonas1

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank